Slack%20message%20with%20team%20communic
ASSINE NOSSA NEWSLETTER

GOSTOU DO QUE LEU?

Receba conteúdos exclusivos e cancele quando quiser!

O Manejo Sustentável na Amazônia

Atualizado: Ago 21

Entenda como o extrativismo sustentável pode desenvolver a região e contribuir para a conservação da floresta.

A região amazônica enfrenta dois grandes problemas atualmente, a dificuldade da perpetuação de uma produção sustentável e o desenvolvimento social e econômico. Dessa forma, há problemáticas que refletem em baixa qualidade de vida e falta de oportunidades para a população como o desmatamento por exemplo. Ele ocorre principalmente devido a queimadas e conversão de terras para a agricultura. Além disso, outros fatores também influenciam o baixo índice de desenvolvimento econômico da área, como:

  • Ocupação desordenada da terra;

  • Uso inadequado do solo;

  • Execução de grandes obras (estradas, barragens, usinas etc);

  • Dificuldades decorrentes da falta de infraestrutura.

Esses fatores elevam o custo da produção local, dificultam a agregação de valor e a distribuição de produtos oriundos da região e, por isso, reduzem a rentabilidade econômica.


Mas de que forma o manejo sustentável pode contribuir?


O desenvolvimento de um extrativismo sustentável fortalece as comunidades locais pois proporciona melhora na qualidade de vida para as populações tradicionais e aproveita os recursos disponíveis nas regiões.  Através de uma forma de produção e extração sustentável, é possível preservar e perpetuar a floresta, reduzindo o desmatamento e consequentemente as mudanças climáticas. Dessa forma, o desenvolvimento de associações entre empresas privadas e governamentais com populações locais e tradicionais pode trazer benefícios para solucionar os problemas hoje enfrentados pela região.



Exemplo de sucesso


Um exemplo atual acontece na empresa Natura. Em entrevista Daniel Campos, diretor de cuidados pessoais, afirmou que “ O projeto abre uma oportunidade para reverter o ciclo predatório de exploração da madeira, ao ressignificar o valor do ativo e seu lugar na cadeia produtiva, gerando renda a partir de um produto florestal não madeireiro, a semente". Até 2020, a empresa pretende se relacionar com 10 mil famílias na Pan-Amazônia e movimentar R$ 1 bilhão em negócios na região. Cerca de 2,1 mil famílias na área integram relações com a empresa. O manejo da ucuuba também está alinhado ao compromisso expresso em sua Nova Visão de Sustentabilidade.

Projetos de manejo sustentável como esse também levam a pesquisas acadêmicas em parceria com universidades, que servem de suporte para o produtor, gerando informações valiosas para otimização da produção, definindo um plano de manejo sustentável da floresta e garantindo o desenvolvimento da região.

Gostou do conteúdo? Saiba mais sobre como funciona o Plano de Manejo Florestal ou tire suas dúvidas conosco, estamos a disposição.



57 visualizações

TELEFONE: (15) 99119-1271

© 2020 | Ecoflorestal Jr. Empresa de Consultoria Florestal