Slack%20message%20with%20team%20communic
ASSINE NOSSA NEWSLETTER

GOSTOU DO QUE LEU?

Receba conteúdos exclusivos e cancele quando quiser!

O que você precisa saber para valorizar seu imóvel

Se você já assistia (e entendia) os jornais em meados de 2008, com certeza se lembra da crise das hipotecas subprime, que teve início com a desvalorização dos imóveis nos EUA e afetou drasticamente não só o mercado imobiliário, mas a economia em níveis internacionais. Tal evento nos leva a reflexão do quanto os imóveis, assim como alguns outros bens, são representativos na sociedade.

Para entender melhor a valorização imobiliária, precisamos conhecer as partes que compõem esse conceito. A valorização natural ocorre com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e do poder aquisitivo da sociedade, ou seja, quanto melhor o cenário financeiro, mais você ganha e mais investe em melhorias, enquanto a valorização especial se deve a obras de grande valor na região (como estações de metrô e terminais rodoviários). Já a valorização direta acontece quando uma obra afeta diretamente uma área (como abertura de novas vias de acesso). A valorização legal dá-se pela implantação de leis, estabelecendo as formas de aproveitamento da região, e por fim a valorização fictícia, quando há perda de valor aquisitivo da moeda, e consequente inflação.

Ao entender melhor sobre os fatores acima, é possível perceber que apenas um deles está diretamente relacionado aos proprietários. E como você pode contribuir com a valorização natural do seu imóvel? Quais fatores são considerados na precificação desse bem?

Alguns aspectos se destacam quando o assunto é escolher nosso novo lar. São eles:

  • Localização: ter comodidade há alguns passos de casa é o sonho de muitas pessoas. Destaque pontos de interesse próximos ao imóvel, como padarias, supermercados, serviços de saúde, parques ou áreas verdes... Tudo que achar relevante.

  • Segurança: bem interligado ao item anterior, aqui vale ressaltar pontos positivos (porteiro 24 horas, câmeras de segurança, vigias noturnos) e até mesmo verificar os índices de criminalidade na região e quais providências já estão sendo tomadas para solucionar o problema.

  • Área de lazer: pode até ser dispensável para certo público, mas com a constante pressão do dia-a-dia, os espaços de lazer, sejam eles grandes (no caso de condomínios) ou pequenos, são um aconchego no coração dos amantes do descanso ao churrasco no fim de semana.

  • Qualidade: seja na estrutura, nos acabamentos ou mesmo na arquitetura e paisagismo do local. Já diziam os mais velhos que uma imagem fala mais que mil palavras e que a primeira impressão é a que fica. Investir em bons materiais, com considerável durabilidade e beleza estética são detalhes que contribuem na valorização do imóvel.

Agora que você já conheceu alguns pontos, que tal conferir como a arborização pode valorizar um imóvel? E se você já possui uma ou mais árvores no seu imóvel, o que você precisa saber sobre a árvore da sua calçada é um conteúdo esclarecedor para essa jornada.



108 visualizações

© 2020 | Ecoflorestal Jr. Empresa de Consultoria Florestal